2º Festival de Voo Livre no Morro do Careca acontece Dia 22 de Julho de 2017
15 de julho de 2017

Em meio a praias, parques e cachoeiras pouco conhecidas no Litoral catarinense, o Morro do Careca, entre Itajaí e Balneário Camboriú, nem parece ser um destino alternativo. Mas, a seu modo, ele é. A localização e o número de visitantes revelam um ponto turístico, que presenteia quem o procura com uma das mais belas vistas da região.

> Confira galeria de fotos do Morro do Careca, em Balneário Camboriú <

Mas é o voo livre com parapente, principal atrativo do local, que torna o roteiro diferente. Enquanto os turistas registram em imagens a bonita paisagem, avaliam a possibilidade de pular. Se tiverem coragem o suficiente, se juntam a outros destemidos que, entre dezenas de pessoas que passam pelo morro diariamente, saltam para um sobrevoo sobre o oceano.

E no meio de toda essa gente se encontra, literalmente, aventureiros de todas as idades. Moradora de Balneário há um ano, a cearense Liana Bittencourt era uma das mais animadas na tarde de quinta-feira.

Ela conta que no último fim de semana passeou de balão em Gaspar, e lembra que a vida “radical” é antiga. Viajando ao redor do Brasil e do mundo, já esteve na presença de leões na África, fez mergulhos e diz que agora “só falta esquiar”.

Ela também tentou voar de asa-delta no Rio de Janeiro, mas dessa aventura acabou desistindo porque considerou o brinquedo pouco seguro para a idade dela: 79 anos, prestes a completar 80 em março.

– Isso só faz bem pra gente. Cearense não tem medo de nada, se morrer é porque era a hora. Estou aproveitando a vida – diz, sorrindo.

Paisagem única

Pela primeira vez saltando de parapente, Liana aguardou ansiosa pela sua vez no Morro da Careca. Depois de quase uma hora de espera, ela pode finalmente ganhar o ar, acompanhada por um professor, e contemplar a beleza única que a região proporciona: à esquerda a Praia Brava, em Itajaí, e à direita a Praia Central, em Balneário Camboriú.

O Complexo Turístico Morro do Careca engloba uma elevação montanhosa com cerca de 158 mil m², sendo composto por áreas públicas e privadas, tendo seu cume a uma altitude de 104 metros acima do nível do mar. Além da área para decolagem de esportes de aventura, o morro também conta com mirante, estacionamento, playground e acesso com vias asfaltadas.

Por ser um dos pontos mais altos de Balneário, também é uma boa opção para ver o pôr-do-sol no Litoral. Seja para passear ou quebrar a rotina com um salto de parapente, o Morro do Careca é um roteiro indicado para além do verão, com atrativos para turistas e esportistas durante o ano inteiro.

Associação oferece curso completo de voos livres

Os voos livres são organizados pela Associação de Voo Livre do Morro do Careca (AMCA), que tem uma Central de Atendimento no local. As atividades são oferecidas de duas maneiras. Na primeira, o visitante que chega ao morro tem uma aula inaugural, em que ele recebe algumas orientações e salta junto com um professor. O preço para essa aventura inicial custa R$ 180 por pessoa.

A segunda possibilidade é um curso completo de voo livre, no caso do turista gostar do esporte no primeiro salto. Neste caso as aulas continuam por tempo indeterminado, até que o aluno aprenda desde o controle do parapente no solo até o voo individual do topo do morro. O valor varia entre R$ 2,5 mil e R$ 3 mil, dependendo do número de aulas necessárias e de cada instrutor.

– Não há pressa. O curso pode durar três meses ou um ano, conforme a disponibilidade de tempo do aluno e das condições do tempo, que influenciam muito o salto – explica o presidente da AMCA, Carlos Alberto Perez, o Beto.

Os saltos podem ser feitos diariamente, das 13h30min às 19h30min. Nos cursos completos estão inscritos atualmente cerca de 70 pessoas, distribuídas entre os sete professores. Para apenas visitar o Morro do Careca a entrada é gratuita.

Como chegar

– De carro, siga pela Estrada da Rainha e pela Avenida Rui Barbosa até chegar na Rua Sérgio Millet. Dali até o alto do morro o percurso pode ser feito de carro por um trajeto de 600 metros totalmente asfaltado
– Se você estiver disposto a fazer todo o passeio a pé, comece pela Praia Central. Siga pela passarela que passa pela Praia do Canto e vá até a Praia do Buraco. Chegando lá, há duas subidas até o morro, uma pelas escadas e outra mais ao final da praia, com uma passarela e uma subida com calçamento de pedras

Dicas do Sol

– Se for subir a pé, reforce o protetor solar e a proteção com algum boné ou chapéu. O mesmo vale para quando você já estiver aguardando para o salto, já que o sol atinge diretamente o topo do morro
– O trajeto até lá também é sinuoso e íngreme, então tenha certeza que tem condições físicas para a caminhada antes de começar. A avaliação física – e emocional – também vale para o momento do salto
– A Central de Atendimento do morro vende água, refrigerante, sucos e alguns lanches. A dica é se hidratar antes, durante e depois do passeio, principalmente nos dias de sol forte
– O visual do Morro do Careca vale ser lembrado. Leve câmera fotográfica para registrar

Participe

Toda semana, até o final do verão, a série Roteiros Alternativos traz opções de passeios que fogem do convencional. Se você tem uma sugestão de um lugar pouco conhecido e que vale a pena visitar, escreva um e-mail para cidades@osoldiario.com.br

> Confira vídeo de um salto de parapente no Morro do Careca <

Fonte: http://osoldiario.clicrbs.com.br/sc/noticia/2013/02/voo-livre-e-o-principal-atrativo-do-morro-do-careca-entre-as-cidades-de-itajai-e-balneario-camboriu-4052057.html

Morro do Careca
Morro do Careca
O Complexo Turístico Morro do Careca - CTMC Engloba uma elevação montanhosa com cerca de 158.000 m2, sendo composto por áreas públicas e privadas, tendo seu cume, uma altitude de 104 m acima do nível do mar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *